Entenda como funciona o financiamento imobiliário


Para realizar o sonho da casa própria o financiamento é uma ferramenta.

O sonho da maioria dos brasileiros é sair do aluguel e comprar a casa própria. Essa é a independência pela qual muito lutam ao longo de muitos anos, mas que nem sempre consegue ser realizada. Mas, nos últimos anos, as condições melhoraram e muito para os clientes, que agora contam com linhas de crédito cada vez mais atrativas, seja por parte dos bancos públicos e privados, quanto por parte do governo que está estendendo alguns benefícios as famílias de classe média.

Financiar Balneário Camboriú – SC, por exemplo, pode ser mais fácil do que se imagina, basta ter se enquadrar em alguns quesitos e começar a realizar o sonho. As facilidades começam pela flexibilização do pagamento da entrada pelo imóvel e vão até taxas de juros anuais que não geram tanta diferença no valor da casa no final do período de contrato.

Mas afinal, você sabe como financiar um imóvel e quais são as condições? Se você está buscando por respostas, leia este post e entenda como funciona esse sistema para sair do aluguel e comprar a casa própria! Vamos lá?

O que é o financiamento imobiliário?

Em linhas gerais, o financiamento permite que o cliente compra uma das casas à venda em Nacões, por exemplo, e pague em diversas parcelas durante um prazo que pode chegar a 30 anos.

Um perfil do consumidor é traçado pelo banco e as condições de pagamento e taxas de juros são definidas diante das possibilidades financeiras. Se enquadrando nos programas específicios de cada linha de crédito, rapidamente a aprovação é liberada.

O importante entender aqui é que o cliente precisa ter condições de pagar o valor de entrada do imóvel, já que os bancos costumam financiar de 70% a 90% do preço da casa, terreno, apartamento e do imóvel comercial.

Existem um limite de crédito para cada tipo de utilização desse imóvel, por isso é preciso primeiro escolher qual será a aquisição, para buscar a linha de crédito que atenda as condições de financiamento.

Quanto às taxas de juros, elas normalmente são definidas de acordo com a faixa de renda do cliente e com relação ao prazo de pagamento. Quanto mais longo o financiamento, a tendência é que as taxas sejam mais baixas, no entanto, mais juros o cliente vai pagar pelo tempo para amortização do contrato.

Como financiar um imóvel em um banco público?

Com certeza essa instituição terá as melhores taxas de juros praticadas no mercado. Se você busca para comprar uma casa em Ariribá, por exemplo, o valor desse imóvel pode se enquadrar nas linhas de créditos disponíveis pelo governo que tem as taxas de juros mais atrativas do mercado.

Minha Casa Minha Vida

Esse é um dos programas para financiamento imobiliário do Governo Federal mais conhecidos do país. Ao longo dos anos esse investimento beneficiou muitas famílias de baixa renda que puderam sair do aluguel.

Migmidia - Site para corretores e imobiliáras

Nos últimos anos, alguns dos benefícios se estenderam para uma grande parcela da população brasileira que se enquadra no perfil da classe média, com renda familiar total de até R$ 5 mil.

O programa permite a compra de imóveis em todos os estados do país, porém nem todas as cidades estão listadas na permissão de inclusão do programa. Por isso, antes de buscar a linha de crédito mais interessante para o financiamento é preciso ver se o imóvel e a cidade se enquadram no perfil do programa para receber os benefícios.

As vantagens do Minha Casa Minha Vida são as condições para pagamento. Para imóveis com o valor de até R$ 190 mil o governo garante o financiamento de 100% da compra para pagamento em até 240 meses, caso o cliente somente tenha rendimentos para pagar em mais parcelas como 300 meses, o governo garante o financiamento de 90% do imóvel e em caso de 360 parcelas, somente 80%. O valor real do imóvel é definido após a inspeção de um funcionário credenciado do banco que irá verificar as condições e mensurar o preço de pagamento em contrato.

Como exigência, os bancos somente aprovam a compra para clientes que não possuam nenhum outro financiamento, estejam com o nome limpo, e que comprovem a saúde financeira familiar para arcar com as despesas desse imóvel.

Como fazer um financiamento imobiliário?

O processo é o mesmo em qualquer instituição bancária. É preciso apresentar os documentos pessoais, entre eles o RG e CPF do cliente e no caso da renda familiar, de todos que constarão no contrato de financiamento. É preciso levar o comprovante de residência e de rendimentos.

Todos os documentos passam por uma análise minuciosa de crédito para constatar se existem pendência financeiras que inviabilizem a negociação. Após a avaliação da renda e das condições de pagamento o crédito pode ser liberado em até 30 dias. Todo o processo é feito diretamente pelo banco.

Para se adiantar nesse processo e consultar se o cliente se enquadra nas linhas de financiamentos disponíveis, cada banco possui a sua própria ferramenta de simulação diretamente nas páginas na web. É importante fazer essa consulta para entender o prazo e às possíveis taxas de juros que serão praticadas de acordo com a renda familiar.

Não esqueça o planejamento!

Para fácil financiar um imóvel e sair do aluguel no mês seguinte, mas nem tudo são flores nessa negociação. É preciso se planejar para pagar as prestações e não ficar endividada, podendo perder o imóvel para o banco por falta de pagamento.

Para ajudar nesse processo, o cliente não deve dispensar a criação de uma tabela para controle dos seus gastos para poder honrar com as suas dívidas.

O banco somente libera o financiamento comprometendo até 30% da renda do cliente, para evitar que ele fique atolado de contas. Por isso, quanto mais caro o imóvel, maior será o prazo de pagamento diante do comprovante de rendimentos apresentado pela família na hora da contratação do financiamento.

Gostou deste post? Então aproveite para compartilhar com os seus amigos por meio das suas redes sociais! Afinal, quem não quer sair do aluguel e realizar o sonho de comprar a casa própria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *